Warning: file_get_contents(//fonts.googleapis.com/css?family=Roboto%3A400%2C700&subset=latin%2Clatin-ext): failed to open stream: No such file or directory in /home/sorocabaweb/www/wp-content/plugins/hummingbird-performance/core/modules/minify/class-minify-group.php on line 1329
Saúde

Herpes genital na gravidez: riscos e como tratar

Herpes genital na gravidez: riscos e como tratar – A herpes genital durante o período de gravidez pode ser bastante perigoso, pois pode existir o risco da gestante transmitir o vírus para o bebê no momento do parto,Podendo causar problemas mais graves como problemas neurológicos e até mesmo a morte do bebê.

Sintomas da herpes genital 

Geralmente os sintomas da herpes genital surgem entre 10 e 15 dias após a relação sexual desprotegida com uma pessoa portadora do vírus, e somente após este período podem aparecer os seguintes sintomas:

  • Aparecimento de bolhas na região genital que podem romper e dar origem assim a pequenas feridas;
  • Coceira e desconforto na região genital;
  • Vermelhidão na região;
  • Ardor ao urinar;
  • Dor na região;
  • Ínguas na virilha.

Além disso podem aparecer alguns outros sintomas semelhantes aos da gripe como febre baixa, do de cabeça, calafrio, mal-estar geral, perda de apetite, dor muscular e excesso de cansaço. Herpes genital na gravidez: riscos e como tratar

Riscos da herpes para o bebê

O bebê tem mais riscos quando a gestante é infectada pela primeira vez com o vírus da herpes durante a gestação, principalmente se essa infecção ocorrer no terceiro trimestre da gravidez, já possível para produção de anticorpos.

Quando falamos de riscos da herpes para o bebê devemos falar que existe a possibilidade de aborto,  ocorrência de malformação, problemas de pele, problemas nos olhos e na boca, infecções do sistema nervoso e até mesmo hepatite. 

Principais providências com o aparecimento dos sintomas da herpes genital

Com o aparecimento dos sintomas, é fundamental tomar algumas atitudes para tentar amenizar e diminuir os riscos.

Assim que ocorre os sintomas da herpes genital, com bolhas vermelhas, coceira, ardor na região genital ou febre, é fundamental procurar um médico obstetra para que o mesmo verifique as lesões e possa fazer um diagnóstico correto.

Também é importante evitar exposição solar excessiva e estresse, pois isso pode fazer com que o vírus se torne mais ativo.

Neste período é importante manter uma alimentação equilibrada, com consumo de vitaminas e evitar também o contato íntimo sem camisinha.

O médico também pode recomendar o uso de medicamentos, sendo fundamental seguir o tratamento por todo o período, caso isso não ocorra o vírus pode se espalhar, provocar lesões em outras regiões do corpo, podendo até mesmo colocar em risco a própria vida. 

Tratamento para herpes genital – Herpes genital na gravidez: riscos e como tratar

Antes de falar sobre o tratamento, devemos ressaltar que a herpes genital não tem cura, ou seja, o tratamento pode ser realizado de forma constante enquanto o vírus estiver ativo.

Além disso, deve ser levado em consideração a medicação e os benefícios do mesmo para o organismo da grávida, já que o remédio é contra indicado para gestantes, principalmente durante o primeiro trimestre.